Pacientes estão morrendo na fila por leito

  • SP Record | Do R7

A falta de vagas para tratar casos mais graves da covid chegou ao ponto mais crítico, onde nem a justiça resolve. Nesta segunda-feira, o superintendente do HC de Ribeirão Preto, Benedito Maciel, disse que respeita as decisões, mas não tem como tirar um paciente do leito para colocar outro. O HC de Ribeirão é o principal hospital da região e trabalha no limite há mais de dois meses. Segundo o superintende, o HC pode fechar mais leitos por falta de funcionários. Nas unidades de saúde de Ribeirão Preto e região, sobram casos de pacientes que morreram à espera de um leito. E o pronto socorro de Jardinópolis é uma delas.

*Reportagem exibida em 07/06/2021.

Últimas