Conheça a história da série Reis

Superprodução é exibida de segunda a sexta-feira, às 21h15; com os melhores momentos da semana aos sábados, no mesmo horário, na Record TV

  • Reis | Do R7

Na quinta temporada, a série Reis conta a história de Davi na fase adulta

Na quinta temporada, a série Reis conta a história de Davi na fase adulta

Edu Moraes/Record TV

Reis conta a história da nação de Israel, do momento em que o último juiz, o profeta Samuel, é usado por Deus para guiar o Seu povo, até a lamentável queda de Jerusalém, causada pelos exércitos da Babilônia.

Vivenciamos as dores, alegrias e histórias dos principais reis de Israel na condução da nação. Veremos Davi, aclamado até os dias de hoje e lembrado por seu amor e fidelidade a Deus. Acompanharemos seu filho, Salomão, conhecido por sua sabedoria, chegando ao reinado e se perdendo em sua vaidade.

Passearemos pelos livros de Salmos, Provérbios e Eclesiastes, e exploraremos a fundo os escritos de I e II Reis e I e II Crônicas, que serão revividos de maneira ímpar por aqueles que toparem mergulhar nessa história repleta de ensinamentos valiosíssimos.

Primeira Temporada: A Decepção

A primeira temporada de Reis conta a história de Samuel

A primeira temporada de Reis conta a história de Samuel

Blad Meneghel/Record TV

Reis – A Decepção retrata o afastamento de Israel em relação a Deus e o péssimo exemplo dado por aqueles que, um dia, foram escolhidos para conduzir a nação rumo aos caminhos do Senhor.

A série estampa o incrível contraste entre um juiz negligente e seus filhos rebeldes na condução de um povo, e um pequeno garoto temente a Deus, que assume seu lugar. Um retrato do declínio espiritual de Israel e a negligência de lideranças espirituais, como principais temas a serem observados.

A temporada se passa nos arredores das cidades de Israel, também vigiada pelo exército filisteu. Mas, é dentro do Tabernáculo, em Siló, que a trama se sobressai, onde acompanhamos a família de Eli em decadência e o crescimento do pequeno Samuel, futuro profeta e juiz de Israel.

Segunda Temporada: A Ingratidão

Segunda temporada retrata o momento em que Saul foi ungido por Samuel

Segunda temporada retrata o momento em que Saul foi ungido por Samuel

Divulgação/Record TV

Reis – A Ingratidão narra o início do período monárquico em Israel, com a ascensão de Saul como o primeiro rei da nação, e Samuel, o último juiz. A segunda temporada da superprodução marca a desobediência dos israelitas ao invejar outros povos, tentar substituir Deus por um homem e pedir um líder para governá-los. 

Frente à ameaça de novos inimigos, os amonitas, os anciãos de Israel reúnem o povo em Ramá para comunicar a Samuel a reivindicação de ter um rei para Israel. Deus ordena que o profeta acate o pedido do povo. No entanto, consequências desse ato de desrespeito ainda estavam por vir. 

Saul é ungido rei de Israel em Mizpá e se mostra um homem humilde, honesto e temente a Deus. Ele é aclamado e coroado após derrotar o líder amonita Naás. No entanto, a trama de Reis – A Ingratidão começa a apresentar os sinais da futura mudança de comportamento do homem da tribo de Benjamin.

Terceira Temporada: A Rejeição

A terceira temporada conta a história do reinado de Saul, o primeiro rei de Israel

A terceira temporada conta a história do reinado de Saul, o primeiro rei de Israel

Divulgação/Record TV

Reis — A Rejeição conta a história do reinado do primeiro rei de Israel. Escolhido por Deus e aclamado pelo povo, Saul rapidamente se torna a fonte de esperança de um futuro seguro e promissor para aqueles sob a sua liderança.

O que ninguém espera, porém, é que o rei, tão humilde inicialmente, começa a se deixar levar pela posição privilegiada que possui, com consequências inimagináveis tanto para a sua família quanto para o povo a quem jurou cuidar e proteger. E o que tinha potencial para elevar a nação a um nível sem precedentes pode também ser o motivo da sua destruição.

A trama dá continuidade à desenfreada perseguição dos filisteus, que buscam a todo o custo invadir e conquistar o território dos israelitas. E, depois de cinquenta anos de trégua, Saul se vê na difícil e temível posição de ter que enfrentá-los no campo de batalha.

Mas há algo de errado com o novo rei e sua hesitação em ir para a guerra vai além do temor pelo número e força superior do inimigo. Ele teme o adversário que carrega dentro de si e sabe que, por conta de seus atos, Deus pode não estar do seu lado dessa vez.

Com muitos conflitos internos e externos, mistérios, reviravoltas, intrigas e segredos que precisam ser guardados a qualquer preço, Reis – A Rejeição mostra a ascensão e corrupção do líder de Israel e traz à baila a incontestável verdade de que sempre se colhe aquilo que se planta.

Quarta Temporada: A Escolha

Quarta temporada de Reis mostra o início da história do jovem Davi

Quarta temporada de Reis mostra o início da história do jovem Davi

Divulgação/Record TV

Reis – A Escolha conta o início da história do segundo e mais aclamado rei que a humanidade já ouviu falar. Davi, como é conhecido por muitos, ainda jovem, foi escolhido pelo próprio Deus para governar a nação de Israel no lugar de Saul, que fora o primeiro rei e a decepção do Senhor dos Exércitos. Assim, a quarta temporada de Reis leva o telespectador a desmembrar mais a fundo a narrativa do filho mais novo de Jessé.

De seu nascimento ao princípio de duras perseguições, a história de rejeição de Davi, que, apesar da pouca estatura, foi grande em fé e coragem, revela que a medida exata da escolha de alguém para grandes feitos não se faz presente em padrões físicos, mas é representada pela pureza, obediência, temor a Deus e duras lutas a serem vencidas. E que, portanto, são elas que começam a moldar o caráter de um escolhido. No caso de Davi, o “homem segundo o coração de Deus” e participante da linhagem de Jesus Cristo.

Nos meandros dessa linda história de fé, amor e superação, seguiremos a continuação fiel dos livros de I Samuel e parte dos escritos de Salmos, que perduram até os dias atuais. Acompanhamos, sobretudo, o claro contraste entre Saul, que se torna obstinado pelo reinado que já não lhe era por direito, e Davi em sua juventude. Apesar de não ser um garoto qualquer, ele se apaixona, sofre com a inveja dos irmãos, é rejeitado pela maioria, mas vive grandes experiências com Deus que marcam a sua vida para sempre.

E, ao longo da narrativa, que se passa em Belém e seus arredores, mas transita por Gibeá, Filístia e Gibeão, vamos nos deparar com a história de importantes personagens – relatados na Bíblia –, que crescerão ao longo da trama e representarão papéis consideráveis no rumo que a vida de Davi tomará. De anjos, ursos e leões a gigantes filisteus, o início de um pequeno rapaz ruivo, desconsiderado desde o ventre, é tudo, menos comum.

Fazendo jus ao nome da temporada, Reis — A Escolha descortina o que há de mais íntimo dentro do ser humano e exemplifica, claramente, os critérios definidos por Deus na eleição de seus representantes terrenos. E que, apesar da maneira que nós, meros mortais, tendemos a fazer nossas escolhas baseadas em atributos físicos, Deus se revela contradizendo o senso comum e provando, mais uma vez, que se atenta ao que há no coração e não ao que os olhos alcançam.

Quinta Temporada: A Perseguição

Quinta temporada de Reis mostra conta a história de Davi na fase adulta

Quinta temporada de Reis mostra conta a história de Davi na fase adulta

Blad Meneghel/Record TV

Reis — A Perseguição dá continuidade à incrível trajetória do temente e corajoso Davi, o "homem segundo o coração de Deus". Agora, não mais um desconhecido rapaz em Israel, Davi, através do seu caráter reto e das inúmeras vitórias que o Senhor lhe proporcionou, conquistou a admiração e estima de todo o povo israelita, despertando em Saul, atual rei da nação, uma incontrolável inveja. Assim, a quinta temporada de Reis acompanha os altos e baixos do complexo relacionamento entre dois personagens notáveis da história e como a crescente perseguição de Saul – que resultou em sua degradação moral – aproximou seu sucessor ainda mais de Deus.

Consequentemente, ficará evidente que não foi nem a força e nem a própria capacidade de Davi que o livrou das mãos dos seus inimigos, e sim a constante presença dAquele a quem ele temia e buscava, tanto em tempos de paz como também em momentos de profunda dor e aflição.

A fascinante trama nos levará a explorar os escritos dos livros de I Samuel, partes de II Samuel e do tão apreciado livro de Salmos. Vivenciaremos as alegrias, dores e dificuldades enfrentadas por Davi e por aqueles que decidiram segui-lo ao reconhecerem nele a autoridade divina. Conheceremos Davi como filho, irmão, amigo, amante, guerreiro e servo fiel, não somente a Saul, mas, sobretudo, ao Senhor dos Exércitos e à nação que lhe fora entregue. No entanto, presenciaremos também os conflitos e momentos de fraqueza que, como qualquer ser humano, Davi teve de enfrentar.

A narrativa, que abrange diversas localidades em Israel e na Filístia, dentre elas Gibeá, Ramá, Queila, En-Gedi, Adulão, Asdode e Ziclague, contará a história de personagens marcantes e, ironicamente, muito atuais, além de despertar grandes emoções e trazer ensinamentos valiosíssimos ao telespectador.

Reis — A Perseguição revela como o orgulho é capaz de arruinar o ser humano, transformando-o apenas em uma breve lembrança do que fora, outrora, ao se sujeitar a Deus. Por outro lado, a mão do Senhor permanece fiel sobre aqueles que, com humildade, obedecem, confiam e temem a Ele, seja em meio a intensas batalhas ou em árduas perseguições.

Reis é exibida de segunda a sexta-feira, às 21h15, com os melhores momentos da semana aos sábados, no mesmo horário, na Record TV.

Últimas