Entrevistas Ingrid Conte vive nova personagem em Reis: "Oportunidade mais incrível da minha vida"

Ingrid Conte vive nova personagem em Reis: "Oportunidade mais incrível da minha vida"

Atriz interpreta Adara, paixão proibida do passado de Rezom (Nando Rodrigues) em A Sucessão

  • Entrevistas | Gabriel Alberto, do site oficial

Ingrid Conte interpreta Adara, paixão de Rezom

Ingrid Conte interpreta Adara, paixão de Rezom

Divulgação/Seriella Productions

Depois de Áshima e Naamá, chegou a vez de Ingrid Conte interpretar Adara em Reis. A princesa de Zobá teve um papel fundamental para o público entender o passado de Rezom (Nando Rodrigues) em A Sucessão

Em entrevista ao site oficial, Ingrid Conte explicou como se preparou para viver a terceira personagem na superprodução e se mostrou grata pelo desafio, que engrandece seu trabalho como atriz. 

“Para mim, é uma delícia. Falo para todo mundo que estou tendo a oportunidade de viver vários trabalhos em um só”, garantiu. 

Ingrid frisou que além de Áshima e Adara, também transitou por diferentes momentos da trajetória de Naamá, como narradora, na juventude e, agora, em uma versão mais madura:

“Os momentos diferentes da vida da Naamá me levam a lugares emocionais diversos da minha própria vida. E a possibilidade de construir outros personagens é um prato cheio para o ator, é tudo o que a gente busca. Mais do que o tamanho de um personagem, é o tanto que ele nos traz de possibilidades, nuances e interpretação. Em Reis, tenho a oportunidade mais incrível da minha vida”.

Adara é a terceira personagem de Ingrid em Reis

Adara é a terceira personagem de Ingrid em Reis

Divulgação/Seriella Productions

No episódio sobre o passado de Rezom, Adara é uma paixão do início da juventude do agora antagonista de Salomão (Guilherme Dellorto).

“Adara entra com uma função de explicar a obsessão do Rezom pela Naamá, porque ele é tão apaixonado por ela”. 

Para a atriz, a caracterização foi importante para conseguir encarar este desafio:

“A Naamá tem o cabelo cacheado e a Adara liso. E a gente colocou uma lente meio esverdeada para poder diferenciar muito. Então, só essa questão física já me leva para uma outra atmosfera”. 

Além disso, Ingrid Conte detalha as principais diferenças no comportamento entre as personagens. 

“Pelo fato de ela ser uma princesa, a gente pensou em fazer mais recatada. A Adara não é tão expansiva quanto a Naamá, nem nos gestos e nem na fala”. 

Adara tem uma personalidade distante da de Naamá e as duas vivem o primeiro amor de formas diferentes. 

Rezom sofre com a morte de Adara e vira mercenário

Rezom sofre com a morte de Adara e vira mercenário

Divulgação/Seriella Productions

“A Adara tem muito medo de largar essa vida para fugir com o Rezom, ela é muito cautelosa. A Naamá não. Por amor, ela faz tudo. Então, acho que a gente conseguiu diferenciar sutilmente na energia da personagem em cena. É um romantismo diferente”, explicou. 

Por fim, Ingrid destacou que o destino trágico da princesa ajuda o público a entender as mágoas e dores do vilão: “É o momento de transformação do Rezom, quando ele perde a inocência e se torna essa pessoa que abraça a sombra dele em função da dor por esse amor perdido”.

Será que Rezom vai conseguir se vingar de Salomão? Acompanhe a reta final de Reis — A Sucessão, de segunda a sexta, às 21h, na RECORD. Veja o resumo da semana aos sábados, no mesmo horário. Aproveite também os episódios completos disponíveis em PlayPlus.com.

Entenda a história de amor de Salomão e Abisague:

Últimas