Entrevistas Petrônio Gontijo relata desafios que Davi enfrenta após a perda de Amnon em Reis — A Consequência

Petrônio Gontijo relata desafios que Davi enfrenta após a perda de Amnon em Reis — A Consequência

Ator analisa momento do rei de Israel, que sofre por muito tempo depois de Absalão matar seu primogênito

  • Entrevistas | Gabriel Alberto, do site oficial

“Foi uma cena de carga dramática muito intensa", diz o ator sobre descoberta da morte de Amnon

“Foi uma cena de carga dramática muito intensa", diz o ator sobre descoberta da morte de Amnon

Divulgação/Seriella Productions

Davi (Petrônio Gontijo) tem passado por muitas provações em Reis — A Consequência. Nos bastidores da superprodução, Petrônio Gontijo conversou com o site oficial sobre uma das principais tragédias vividas pelo rei de Israel — quando ele recebe a notícia da morte do primogênito Amnon (Luckas Moura) pelas mãos do irmão Absalão (Ricky Tavares). O israelita vive anos em sofrimento depois do ocorrido.

Para Gontijo, não é possível mensurar a dor de perder um filho. O ator também apontou os desafios de gravar uma sequência tão forte:

“Foi uma cena de uma carga dramática muito intensa e difícil de conduzir a emoção porque, primeiro, ele acha que todos os filhos morreram e, depois, [descobre que foi] apenas um. Mas não existe esse ‘apenas’. A morte de um filho é a morte de um filho”.

Ao voltar para Jerusalém com os Valentes após derrotar os filisteus no campo de batalha, o israelita foi avisado, primeiramente, que todos os seus herdeiros morreram. Em seguida, Jonadabe (Bernardo Mesquita) esclareceu que Amnon foi o único assassinado. 

O ator relatou os principais desafios de trazer à tona as emoções necessárias para uma cena tão impactante. 

"Foi delicado fazer essa composição", diz o ator

"Foi delicado fazer essa composição", diz o ator

Divulgação/Seriella Productions

“Foi delicado fazer essa composição, porque ele tem o alívio dos outros não terem morrido, mas a dor da perda de um. Porém, foi muito bem conduzido. A gente conseguiu fazer de uma forma verdadeira”, elogiou o ator.

Em busca de vingança, Absalão (Ricky Tavares) armou um plano para matar Amnon após o pai não o punir por ter violentado Tamar (Esther de Oliveira).

Gontijo explicou a percepção dele sobre uma falta de atitude do rei de Israel diante do filho: “Ninguém entendeu direito essa postura perante o Amnon. Davi achou que a culpa era dele. E, em todos os momentos, ele toma a defesa dos filhos”.

O protagonista relembrou que Davi chegou a ter uma conversa séria com Amnon sobre a violência cometida contra Tamar por acreditar na regeneração do filho, mas sofreu ao perceber que o jovem não se arrependeu. 

“Quando ele chorou, foi por culpa e por ter percebido que o filho talvez não mudasse. É isso que eu espero que fique claro. Não chamaria [a atitude do personagem] de omissão, chamaria de ‘não ação’. Ele acreditou na transformação de Amnon até o último minuto, que o filho seria capaz de reconhecer o erro como ele reconheceu”, explicou o ator.

E agora, como Davi lidará com Absalão depois de tudo o que aconteceu? Acompanhe Reis — A Consequência, de segunda a sexta-feira, às 21h, na tela da Record TV. Assista também ao resumo da semana aos sábados, no mesmo horário, e acesse PlayPlus.com para conferir todos os episódios completos.

Vingança de Absalão chama atenção dos fãs de Reis:

Últimas