Entrevistas "Sente inveja porque queria ser amada", conta Julia Guerra sobre Penina em Reis 

"Sente inveja porque queria ser amada", conta Julia Guerra sobre Penina em Reis 

Atriz falou sobre a construção da personagem que faz provocações a Ana (Branca Messina), primeira esposa de Elcana (Fernando Pavão)

  • Entrevistas | Bruna Oliveira, do site oficial

Intérprete de Penina, Julia Guerra não define a personagem como vilã

Intérprete de Penina, Julia Guerra não define a personagem como vilã

Blad Meneghel/Record TV

Com uma trajetória profissional ligada ao humor, a atriz Julia Guerra tem mostrado sua versatilidade na série Reis, da Record TV, no papel de Penina, uma mulher que demonstra ser ácida e invejosa, mas que pode ser também engraçada com sua tagarelice.

A trama de Penina passa pela rivalidade que estabelece com Ana (Branca Messina), grande amor de Elcana (Fernando Pavão). Escolhida como segunda esposa para poder gerar filhos, a personagem chegou a usar a infertilidade da israelita para fazer provocações.

"A construção foi interessante e complexa por Penina ter algumas características que são facilmente reconhecíveis, que é a inveja, o despeito, acho que é muito fácil de cair no clichê. É óbvio que ela é um pouco isso tudo, mas a gente tentou trabalhar o 'por trás'. Ela não é apenas uma pessoa invejosa porque ela é invejosa. Ela tem um pouco de inveja porque queria ser amada. Então, Penina busca esse amor, também é uma dor para ela. Foi complexo achar todas essas camadas para conseguir preencher e aprofundar a personagem."

Em meio às gravações, Julia Guerra disse não definir Penina como uma vilã, mas pontuou que a personagem carrega uma certa amargura.

"Fiquei feliz com esse desafio de mudar um pouco o estilo da personagem [comparado ao último trabalho], apesar de achar que cabe uma graça na Penina. Saí da Ávila, na novela Gênesis, que era uma personagem leve, para Penina, que é mais pesada, um pouco invejosa, ácida", comentou.

Outra novidade para a atriz é viver uma mulher que tem muitos filhos. Julia, que não é mãe na vida real, mostrou ter habilidade com as crianças nos bastidores por conta da experiência que adquiriu antes de trabalhar na TV.

"Já dei aula pra criança. Acho que tenho uma relação mais de 'amiguinha' do que, de fato, um instinto maternal. Acho que [o que ajudou] foi a minha experiência como professora dando aulas de teatro e inglês", revelou.

Acompanhe a história de Penina na série Reis, de segunda a sexta, às 21h, na Record TV. Assista aos episódios completos em PlayPlus.com.

Últimas