Repórter Record Investigação Repórter Record Investigação mostra como golpistas enganam mulheres na internet

Repórter Record Investigação mostra como golpistas enganam mulheres na internet

Programa desta quinta-feira (15) conta como agem criminosos "bons de lábia" em plena pandemia; saiba mais!

Golpistas criam perfis falsos na internet para iludir mulheres

Golpistas criam perfis falsos na internet para iludir mulheres

Reprodução/RecordTV

No Repórter Record Investigação desta quinta-feira (15), o jornalista Roberto Cabrini e equipe mostram que a violência não teve trégua durante a pandemia e golpistas usam a internet para cometer crimes contra mulheres.

Bons de lábia, eles geralmente se apresentam como homens bem-sucedidos na internet. Em alguns casos, usam até foto de pessoas famosas. E estão sempre à caça de mulheres que pretendem encontrar o verdadeiro amor nas redes. Mas, por trás do perfil de príncipe encantado, estão golpistas, agressores e estupradores.

Em 2020, em plena pandemia, houve quase 13 mil denúncias desse tipo no Brasil, segundo a Central Nacional de Crimes Cibernéticos. É quase o dobro em relação ao ano de 2019.

Lourdes e Priscila fazem parte dessa estatística. As duas começaram a se relacionar virtualmente com golpistas que se passavam por profissionais qualificados no mercado de trabalho. Ambas tiveram prejuízos financeiro e emocional.

"Eu me encantei por ele, fiquei apaixonada. Mas ele sempre dava uma desculpa para não se encontrar comigo. Aí fui depositando dinheiro pra ele. Porque ele dizia que estava precisando, para resolver um problema no Porto de Santos", conta Lourdes.

Priscila também depositou valores para o suposto namorado. "Eu sempre tive uma reservinha no banco. Mandei para ele R$ 3.500, só que depois eu descobri que o perfil dele era falso", relembra.

No interior de Minas Gerais, um encontro pelas redes colocou três jovens no caminho de um agressor. São meninas que saíram para conhecer um rapaz e viraram vítimas de estupro.

"Ele já começou a me agarrar, me segurar com força, me enforcar, ele ia me matar", descreve uma das vítimas, que não quer se identificar.

"É muito difícil, é um machucado que fica aberto, é uma ferida que demora", revela outra jovem, que também prefere manter discrição sobre sua identidade.

No ABC Paulista, um romance que parecia promissor terminou em vidas devastadas por um estelionatário perigoso que a polícia chama de Don Juan.

E mais: o programa também vai mostrar quadrilhas especializadas em enganar e roubar mulheres, conhecidas como 'scammers'.

Você não pode perder! No Repórter Record Investigação desta quinta (15), às 22h45, logo depois da novela Topíssima.

Últimas