Rio Bom Demais Professora de matemática é solta após ficar oito dias presa por engano no Rio de Janeiro

Professora de matemática é solta após ficar oito dias presa por engano no Rio de Janeiro

Samara de Oliviera recebeu voz de prisão quando dava aula em uma escola em Rio Bonito, na região metropolitana

Uma professora de matemática foi solta, na sexta-feira (1º), após ficar oito dias presa por engano no Rio de Janeiro. Samara de Oliveira, de 23 anos, recebeu voz de prisão no momento em que dava aula em uma escola de Rio Bonito, na região metropolitana. Samara foi acusada de participar de um crime de extorsão em São Francisco, no interior da Paraíba, em setembro de 2010 — ou seja, o crime investigado aconteceu quando ela tinha 10 anos apenas.

Últimas