SP no Ar Menino que matou Raíssa é condenado por homicídio e estupro

Menino que matou Raíssa é condenado por homicídio e estupro

A 1ª Vara Especial da Infância e da Juventude de São Paulo aplicou medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado. Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a internação máxima é de três anos, sendo que a sua manutenção deve ser avaliada, no máximo, a cada seis meses. O adolescente de 12 anos foi condenado por homicídio qualificado e estupro de vulnerável. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com