Record TV faz homenagem ao profissional de mídia

Especialistas do setor discutem tendências para a profissão e a relevância do papel do mídia em um mercado em constante transformação

  • StudioAD Record | Equipe de Branded Content

Reprodução/Record TV

Para homenagear o Dia do Mídia, celebrado no dia 21 de junho, a Record TV reuniu três grandes nomes do setor para discutir as questões mais relevantes no universo das comunicações. Em uma live dinâmica realizada no dia 25, os profissionais Pyr Marcondes, Gil Giardelli e Lica Bueno apresentaram suas visões sobre o cenário futuro e apontaram tendências para o setor. 

Sergio Aguiar foi responsável por mediar o Mídia Day e interagir com os convidados, abordando questões sobre as responsabilidades e o papel do mídia no cenário atual. Pyr Marcondes, jornalista e diretor geral da M&M Consulting, abriu a programação com seu Decálogo do Mídia, uma espécie de manifesto que é sua homenagem pessoal a esses profissionais. O texto aborda uma visão bem particular sobre o papel e responsabilidade do profissional de mídia no mercado, além de trazer alguns insights sobre as tendências para um futuro próximo.

Vice-presidente comercial do Grupo Record, Walter Zagari foi o primeiro a fazer uma pergunta ao convidado Pyr. Concordando que os mídias são os grandes geradores de receita do negócio, conforme apontado no decálogo, ele pediu a opinião de Marcondes no tripé agência, veículo, cliente. Ao que Pyr respondeu: “O profissional  de  mídia sempre foi esse cara megaimportante na geração de receitas, está no centro dos negócios da agência. Acho que esse papel segue megarrelevante no futuro”.

Inteligência Artificial no centro da questão

Sobre o mídia ser o coração dos negócios nas agências, ele acredita que “os profissionais de mídia vão continuar a ser fundamentais para todos os lados do negócio e para o tripé da publicidade”. Questões sobre tecnologia também foram levantadas e, sobre esse tema, ele entende que uma parte das atividades desse profissional serão realmente absorvidas pelas novas ferramentas de inteligência artificial. “Que bom, pois irão assumir essa parte de algoritmos e a inteligência artificial, e vão fazer a parte mais mecânica e automatizada da profissão”.

E por falar nesse tópico, o professor de inovação e difusor de conceitos de inteligência artificial Gil Giardelli foi o próximo convidado do evento. Ele foi ao palco ao lado de Sergio para fazer uma demonstração e explicar conceitos da Sociedade 5.0 e de Transmídia. “É uma sociedade nascendo de forma diferenciada e esse é um projeto japonês lançado na Cúpula do G20”, explicou. “É uma revolução científica como nunca visto, uma efervescência, um iluminismo global”.

Giardelli chamou a atenção, entre outros pontos importantes, sobre o fato de que nunca se consumiu tanto conteúdo como atualmente, através das telas transmídias. Ao final de sua apresentação, afirmou que “o caminho do mídia é pensar o ser humano em todos os conceitos”.

Na última parte da live, a presidente do Grupo de Mídia de São Paulo, Lica Bueno, falou sobre o mercado atual, tendências e como o mídia deve se preparar para enfrentar cenários de crise. Para ela, é fundamental que o profissional se preocupe com a busca constante de atualização. “A relevância desse profissional só cresce. Acho supermotivador estar constantemente se provocando para aprender”, completou.

Últimas