Entrevistas Autora e diretor-geral de Todas as Garotas em Mim comentam escolha de cenários no Sul do país

Autora e diretor-geral de Todas as Garotas em Mim comentam escolha de cenários no Sul do país

Nova série da Record TV vai mostrar paisagens de cidades como Florianópolis (SC) e Gramado (RS)

  • Entrevistas | Thaís Silveira, do R7

Elenco de Todas as Garotas em Mim desembarca no sul do Brasil para as gravações

Elenco de Todas as Garotas em Mim desembarca no sul do Brasil para as gravações

Divulgação/Todas as Garotas em Mim

Com um enredo inovador, que mistura histórias bíblicas e contemporâneas, Todas as Garotas em Mim também vai surpreender o público com os cenários da trama. Em entrevista ao site oficial, a autora da série, Stephanie Ribeiro, explica a escolha de Florianópolis (SC) e Gramado (RS) como duas principais cidades onde a história da influenciadora digital Mirela (Mharessa) se desenrola.

“Pensei em trazer essa inovação também para os locais onde se passaria o enredo. Logo, surgiu a ideia de valorizar cidades turísticas brasileiras que normalmente não são mostradas, mas que possuem uma beleza singular. A primeira teria que ser uma capital, uma cidade agitada e badalada, onde a nossa protagonista moraria, e a segunda, uma cidade charmosa do interior, que remeteria à cultura e ao aconchego familiar da avó da protagonista”.

No Rio Grande do Sul, as locações escolhidas foram as cidade de Gramado, Canela e Nova Petrópolis

No Rio Grande do Sul, as locações escolhidas foram as cidade de Gramado, Canela e Nova Petrópolis

Divulgação/Todas as Garotas em Mim

Segundo a autora, fugir do eixo Rio-São Paulo, muito exibido nas produções brasileiras, enriquece a trama.

“Além de trazer imagens belíssimas, de encher os olhos, que fazem o enredo ser ainda mais cativante, [essa escolha] valoriza pontos turísticos do nosso país e as culturas locais, aproximando o público deles. É uma oportunidade para todos verem os tesouros que temos no Brasil, de uma forma divertida e atraente, contando ali, nesses lugares, histórias de pessoas especiais e, ao mesmo tempo, tão comuns”.

Ela ainda adianta que o público pode esperar tanto por uma atmosfera praiana quanto um clima mais ameno em montanhas, mirantes e reservas naturais.

“O público vai se identificar com os personagens e, ao mesmo tempo, se surpreender com os lugares onde eles irão passar”, aposta.

O diretor-geral da série explica como foi feita a pesquisa para decidir cada locação

O diretor-geral da série explica como foi feita a pesquisa para decidir cada locação

Divulgação/Todas as Garotas em Mim

O diretor-geral da trama, Rudi Lagemann, também revela que a maior parte da série foi gravada em ambientes externos.

“São poucos cenários em estúdio. A nossa autora escreveu muitas viagens, além das que já existem na narrativa do tempo da história. Assim, tivemos a oportunidade de pesquisar e mostrar muitos lugares lindos, realmente encantadores, tais como os encontrados na Serra Gaúcha: Gramado, Canela, Nova Petrópolis. Além disso, a história se passa em Florianópolis, uma das cidades mais lindas do Brasil. É uma série com uma fotografia maravilhosa em cenários cinematográficos”, elogia.

Além de trazer frescor para a história, Stephanie ressalta que a escolha das locações proporcionou momentos de muita diversão para os atores:

“Eles me agradeceram pela oportunidade, trabalharam ‘turistando’. Isso é ótimo porque os deixa ainda mais animados com o projeto, entrosados entre si e mais íntimos de seus respectivos personagens. Pelo visto, as viagens realmente foram marcantes na vida de cada um deles, o que os fará sempre lembrar de ‘Tagem’ com um carinho especial”.

Fique ligado! Todas as Garotas em Mim estreia em junho na Record TV.

Últimas