Entrevistas Chef Eduardo Moraes planeja viajar pelo Brasil e revela desejo de participar de A Fazenda

Chef Eduardo Moraes planeja viajar pelo Brasil e revela desejo de participar de A Fazenda

Competidor marcou o Top Chef Brasil com bom humor e receitas com raízes regionais

  • Entrevistas | Bianca Barbosa, do site oficial

Eduardo tem interesse em participar de outros realities, como A Fazenda

Eduardo tem interesse em participar de outros realities, como A Fazenda

Reprodução/Instagram

O primeiro prato que Eduardo Moraes serviu aos jurados do Top Chef Brasil foi o “San Salvador”, em homenagem à capital soteropolitana. Naquele momento, o participante já mostrou a que veio: enaltecer a comida brasileira e representar suas origens.

A inspiração do chef veio das suas raízes: “Eu quero que as pessoas me reconheçam como alguém que faz a comida nordestina afetiva, e que eleva as comidas de nossos antepassados a um nível mais alto”, explicou durante entrevista ao site oficial.

Na opinião de Eduardo, é isso o que acontece nos outros países: “Quero conscientizar as pessoas aqui também, acredito que comecei bem isso, afinal, fiquei conhecido como o chef da comida brasileira e nordestina da competição”.

A paixão pela culinária floresceu cedo dentro de Edu. Na infância, o baiano costumava brincar de “panelinha de barro” com as primas Erlane e Cidinha. Ele assistia encantado à avó, dona Luiza, colhendo insumos da terra do sertão de Pernambuco e transformando em verdadeiros banquetes.

“Em casa, não podia cozinhar, era ‘serviço de mulher’, mas eu cozinhava escondido”, revelou o chef. Aos 20 anos, ele largou o emprego que tinha havia seis anos em um escritório e se tornou merendeiro em uma escola: “ Recebi várias críticas das pessoas me dizendo que eu estava sujando minha carteira de trabalho, inclusive de familiares, e foi quando me apaixonei ainda mais pela cozinha.”

O rapaz dividia o tempo entre o trabalho, onde servia mais de 1800 alunos e o estudo por conta própria: “Galguei passos dentro da gastronomia, de auxiliar a chef de cozinha, estudando em casa, trabalhando de graça para aprender, de 9h às 2h por vários dias”, contou.

Durante a pandemia, Edu montou um bistrô de comida afetiva, que usava insumos da agricultura familiar local, ajudando pequenos produtores, e recebendo alimentos mais frescos, da horta à mesa. Depois, o baiano se mudou para Salvador (BA), estudou gastronomia e trabalhou em restaurantes de renome: “Crio cardápios e dou consultorias, atuo como chef executivo de um bar speakeasy".

“Que as pessoas se sintam em casa e sejam abraçadas pela minha comida”

Eduardo Moraes

Edu nunca tinha saído do Nordeste, até conseguir a vaga no Top Chef. No reality, mostrou um lado bem-humorado, fez amigos e serviu receitas elogiadas pelos jurados.

Durante as conversas com os colegas, falava sobre a motivação que a “vó Toinha” tinha despertado nele. Quando todos falavam para ele desistir dos sonhos, que a cozinha não daria futuro, a matriarca pedia que ele seguisse o coração: “Foi uma das poucas pessoas que sabia da minha participação", afirmou.

Entre os participantes, a vó Toinha já era celebridade mesmo sem nunca terem a conhecido. Em Petrolina, cidade de origem do chef, ela virou estrela: “Disse que até ela está famosa por minha causa (risos)”.

Edu foi o sétimo eliminado do programa, depois de uma prova disputadíssima entre ele, Gabriel Gialluisi e Jamile Massahud. Apenas Gabriel seguiu no jogo, mas os pratos de Jajá e Edu foram bastante elogiados, fechando o ciclo dos competidores com chave de ouro.

Para o futuro, Edu tem milhares de planos. Ele espera que o reality abra portas em redes de ensino e no trabalho com consultorias e eventos. Além disso, o chef pretende rodar pelo Brasil, conhecendo a comida das pessoas que construíram o país. 

“Se surgirem oportunidades também de aprender e trabalhar com algum grande chef, fica a dica, Janaina Torres Rueda e Felipe Bronze, estou sempre à disposição”, brincou o rapaz.

Mais para frente, ele pensa em abrir um boteco, com pratos gostosos e afetivos, sambinha e forró: “Que as pessoas se sintam em casa e sejam abraçadas pela minha comida”.

Edu também deixou um alô para Rodrigo Carelli, diretor de A Fazenda, já que adoraria participar de outros realities, não só de gastronomia: ”Acredito muito no meu potencial, sou uma pessoa divertida e espontânea!”

Será que veremos Edu em A Fazenda? Comida boa não vai faltar!

O Top Chef Brasil 4 vai ao ar todas as quartas e quintas, às 22h45, na tela da Record TV. Fique por dentro das novidades do programa no site oficial e acompanhe os episódios completos no PlayPlus.

Relembre a trajetória de Eduardo no programa:

Últimas