Sílvia Pfeifer relembra choro em cena marcante de Mariinha

"Fazer uma personagem distante da minha realidade me exigiu um pouco mais", comentou a atriz sobre o trabalho em Topíssima

Silvia Pfeifer se emocionou com incêndio no Cantinho da Laje

Silvia Pfeifer se emocionou com incêndio no Cantinho da Laje

Blad Meneghel

Com dezenas de novelas no currículo, Sílvia Pfeifer surpreendeu o público e até a autora de Topíssima, Cristianne Fridman, no papel de Mariinha, uma humilde cozinheira do Vidigal.

Em clima de despedida da novela, a atriz comentou o desafio de viver uma personagem tão diferente de outras já feitas na TV.

“Fazer uma personagem distante da minha realidade me exigiu um pouco mais e viver essa experiência não foi só enriquecedor, mas desafiador e desgastante”.

Apesar de Mariinha ter enfrentado grandes emoções ao longo da trama com os filhos Antônio (Felipe Cunha) e Gabriela (Rafaela Sampaio), a cena que mais comoveu Sílvia Pfeifer foi o incêndio no restaurante Cantinho da Laje.

“Todos os momentos trágicos da Mariinha me tocaram de forma tremenda, mas ver o Cantinho da Laje totalmente destruído no dia da gravação foi o que mais me atingiu. Chorei muito quando vi o impacto do incêndio no local, porque imaginei quantas pessoas perdem seus pertences em acidentes, como o que ocorreu no restaurante.”

Para a atriz, Mariinha ainda representa muitas mulheres que lutam para sustentar as famílias e, por isso, há uma identificação forte do público com a personagem.

“É um prazer quando você encontra a personagem e consegue tocar as pessoas. O fato de ela ser uma mulher simples e sofrida gera uma identificação com o público”, finalizou.

Assista à cena do incêndio no Cantinho da Laje:

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira