Entrevistas Eduardo Speroni conta detalhes sobre Caim, personagem da primeira fase de Gênesis

Eduardo Speroni conta detalhes sobre Caim, personagem da primeira fase de Gênesis

Mimado, egoísta e ciumento, o primogênito de Adão e Eva é um dos personagens marcantes no início da trama

  • Entrevistas | Vinícius Andrade, do site oficial*

Eduardo Speroni conta detalhes sobre Caim, o vilão na superprodução Gênesis

Eduardo Speroni conta detalhes sobre Caim, o vilão na superprodução Gênesis

Divulgação/RecordTV

A nova superprodução da Record TV, Gênesis, estreia no dia 19 de janeiro com a história de Adão (Carlo Porto) e Eva (Juliana Boller).

Mimado, egoísta e ciumento, o primogênito do casal, Caim, interpretado por Eduardo Speroni, é um dos personagens marcantes da primeira fase da trama.

Empolgado, o ator contou ao site oficial detalhes sobre o primeiro personagem na Record TV.

"Caim é um homem que não tem empatia pelo pai, que é quem ele fala que defende, e muito menos pelos sentimentos da mãe e dos irmãos. Mas, mesmo assim, acredito muito neste personagem e na história que vamos contar em Gênesis", ressaltou o ator.

Após o nascimento de Abel (Caio Manhente), Caim demonstra ciúmes e inveja do irmão, sentimentos que serão alimentados ao decorrer da trama. Por isso, Eduardo destacou que a relação entre os dois será o ponto central da história do personagem.

"A princípio, eles são irmãos, se gostam, mas a soberania do Caim atrapalha toda essa relação familiar", comentou.

Para o trabalho do ator, as locações foram essenciais para mergulhar na história.

"Gravamos no Rio Grande do Sul, com paisagens naturais lindas, sem a presença de pessoas, prédios e asfalto. Então, essa conexão com o antigo fica mais palpável e foi essencial para a minha construção como ator", explicou.

Além disso, Eduardo contou com o suporte do historiador Maurício dos Santos e da preparadora de elenco Fernanda Guimarães durante as gravações.

"Para fazer um vilão, tive que tirar uma maldade de um lugar que não é o meu habitual. Então, estudei muito a história, lendo a Bíblia, e contei com o acompanhamento da preparadora de elenco, além do workshop sobre a vivência da época com o historiador", contou o ator.

Entusiasmo com a estreia, Eduardo adiantou o que o público pode esperar da trama e do Caim.

"A novela tem uma qualidade, produção e estrutura muito boa, o que torna o trabalho bem prazeroso e tranquilo. Espero que o público aproveite, se divirta e aprenda muito. Com o Caim, quero que o público aprenda a ter mais empatia, característica que mais faltava a ele", disse o ator.

*Estagiário do site oficial, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas